16.12 - The "a" Word

Ao vermos as imagens que se seguem e o título da série em si, não será difícil sabermos afinal de conta de que se trata esta série televisiva...





Devido ao facto de ter um membro na família que está no espectro (como pelos vistos algumas pessoas costumam dizer), e sendo pai de uma criança que ainda não ultrapassou aquilo que considero ser a fase/idade de risco ou a fase/idade de indefinição em relação a um diagnóstico de algo como o autismo, tratou-se de uma série que queria ver (devido ao tema e por ser pequena).
Resultado ... 

Arrependi-me e não me arrependi.

A primeira porque faz pensar no assunto e acaba por ser uma forma de reavivar aquele receio (que tento ignorar, mas nem sempre é fácil) de sermos "contemplados" com algo do género e ficar a magicar e a ver coisas onde elas podem não existir.

A segunda porque a interpretação da criança autista (não num grau demasiado severo) está muito bem conseguida e como sendo ao fim ao cabo o centro da série, acho que escolheram muito bem a criança para desempenhar o papel em causa. Também porque creio que a série no geral acaba por cumprir os seus objectivos que, a meu ver, passam por ser um entretenimento (com algum humor inglês à mistura, retratando as  circunstâncias de uma família que nesse caso é composta por uma série de personagens, tios, avós, etc, que de certa forma estão todas juntas ou próximas num espaço físico possibilitando assim a exploração do tema no seio da família mais alargada, qual a reacção da família ou o impacto que o autismo nesse caso pode causar no seio desta) e o alertar o público em geral para esse tipo de "problemas" que infelizmente cada vez se torna mais comum e também para fazer ver um pouco aquilo que os pais enfrentam ou com aquilo que lidam, não esquecendo a própria criança que terá de viver numa luta constante porque a sua integração, a diversos níveis, na sociedade, acaba por estar comprometida.




Comentários

  1. Nada a agradecer Laura. Obrigado eu pela visita.

    ResponderEliminar
  2. Não conheço essa série, pode ser que a veja, mas na lista estão umas quantas. :-)

    ResponderEliminar
  3. C. Se a temática central da série for de algum interesse vale a pena ver, pois por contrário nao representa nada de extraordinário.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante